Exposição dá a largada para centenário de Portinari

A Pinakotheke Cultural chega a SãoPaulo em grande estilo, iniciando nesta quarta suas atividadespermanentes na cidade com uma exposição de Cândido Portinari,exposição essa que antecipa em alguns meses o início dascomemorações do centenário de nascimento do pintor de Brodósqui,que será celebrado em 2003. Não se trata de uma mostraretrospectiva, mas de uma saborosa seleção de trabalhos,escolhidos em mais de 12 coleções diferentes, que falam muito davida e da obra do artista. Para marcar essa preferência pelas obras de caráter maisautobiográfico, abre a exposição um auto-retrato pintado porPortinari em 1956 (sete anos antes de sua morte, um tantoprematura, em decorrência da contaminação pelas tintas queutilizava), com uma dedicatória para seu médico pessoal. Tambémestão dispostos nesta introdução retratos da mulher, dona Maria,do filho, João Cândido, da irmã, Olga, e da neta, Denise. Além do caráter pitoresco explorado por esse viés maispessoal, esse hall familiar (que ainda tem como adendo umapequena galeria de retratos de amigos, com belos desenhos depersonalidades como Mário de Andrade, Ismael Nery e Fujita)permite que se tenha uma idéia da diversidade de estilosadotados pelo pintor ao longo de sua bem-sucedida carreira. Doretrato de caráter futurista de dona Maria à bela imagem dorosto de Denise sobreposto a um fundo colorido com tratamentocubista há uma longa e saborosa distância. Mas nem só de obras de forte significado autobiográficoé feita a exposição. Há entre as obras selecionadas trabalhos degrande importância para a compreensão de um dos temas centraisde Portinari, que soube como nenhum outro fazer um retratopungente e singelo da miséria no País. Não é à toa que seu filhodoou, em nome do Projeto Portinari, o direito de reprodução dealgumas telas do artista como contribuição ao mutirão contra afome que está sendo arquitetado pelo novo governo eleito. As obras feitas pelo artista para ilustrar o livroMaria Rosa e os estudos para importantes trabalhos, como ospainéis Guerra e Paz, são alguns dos pontos altos. Mastalvez o principal destaque da mostra seja As Moças deArconzelo, uma cena comovente de três meninas-moças negras,com seus trajes de domingo, conversando e admirando a vastapaisagem do sertão. "Fazia 30 anos que essa tela não eraexposta", conta o dono da Pinakotheke, Max Perlingeiro,acrescentando que passou seis meses tentando convencer seuproprietário a emprestá-la. "Isso porque era um amigo. Imaginese fosse um estranho", brinca. Perlingeiro, no entanto, já está mais do que acostumadoa lidar com colecionadores, já que esta é uma das missõescentrais de sua empresa, que possui braços em Fortaleza e noRio. Em ação desde 1980, essa empresa de nome pomposo éespecializada na gestão de acervos e na produção de livros eexposições de arte. A Fundação Roberto Marinho esteve entre seusilustres clientes por cerca de 12 anos. Atualmente, oito grandescoleções estão sob os cuidados da Pinakotheke. Uma das preocupações centrais de Max Perlingeiro é osetor de arte-educação. Daí a preparação de um esquema demonitoria especial para receber as visitas agendadas à exposiçãode Portinari. Dentro dos limites físicos da mostra - afinal,trata-se de uma galeria de dimensões relativamente modestas,localizada no prédio que também abrigará os serviçosadministrativos da empresa, no Real Parque -, ele pretendereceber um grande número de interessados, preferencialmente darede pública. Também será lançado um catálogo com mais de 100páginas, também com uma versão virtual. Trata-se de uma bela maneira de aprender um pouco maissobre a obra de Portinari, que com mestres como Tarsila doAmaral e Di Cavalcanti (coincidentemente lembrados por exposiçãono Museu de Arte Moderna), contitui a base da arte modernabrasileira.Candido Portinari - De segunda a sexta, das 10 às 20horas; sábado, das 10 às 16 horas. Pinakotheke São Paulo. RuaMinistro Nelson Hungria, 200, São Paulo, tel. 3758-5202. Até25/1. Abertura amanhã às 20h30

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.