Expo 2000: público frustra expectativas

Os primeiros dias da Expo 2000 de Hannover, na Alemanha, estão frustrando as expectativas dos organizadores e provocando as primeiras demissões. Inaugurada na última quinta-feira, a mostra padece de baixa visitação: esperavam-se 700 mil pessoas, mas o público ainda não passou da marca de 360 mil. Com isso, cerca de 120 funcionários envolvidos com a organização da mostra foram dispensados.Apesar dos protestos do estudantes e da insatisfação geral com o alto preço dos ingressos (cerca de US$ 35), os organizadores se dizem tranqüilos e esperam reverter o quadro nos próximos dias. Insistem que baixar o preço nas bilheterias seria um mau sinal, além de comprometer a arrecadação prevista de US$ 9 milhões. Para além do otimismo, as previsões da organização sustentam-se na experiência na Expo de Lisboa, que também passou maus momentos em seus primeiros dias, revertidos mais tarde com ampla campanha publicitária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.