Divulgação/Lenise Pinheiro
Divulgação/Lenise Pinheiro

'Êxodos - o eclipse da terra', no Galpão do Folias

As migrações inspiram nova peça do grupo Folias D'Arte, com direção de Marco Antonio Rodrigues

estadao.com.br,

29 de janeiro de 2010 | 04h00

O êxodo já foi usado como tema em muitas criações artísticas, seja na literatura, cinema, música ou poesia. Desta vez, está no cerne do novo trabalho do grupo Folias D'Arte. Êxodos - O Eclipse da Terra narra as aventuras de um anjo marinho chamado Gabriel após o naufrágio de sua tripulação.

 

O fio condutor para as discussões sobre partidas e despedidas é a peregrinação do anjo em busca de novos tripulantes. Esta não será uma tarefa fácil. Sua primeira equipe era composta por marinheiros recrutados pela habilidade em sonhar. Sob direção de Marco Antonio Rodrigues, a peça foi escrita coletivamente a partir das experiências pessoais do elenco, com inspiração na obra do fotógrafo Sebastião Salgado e do escritor Gabriel García-Marquez.

 

Primeiro espetáculo do grupo após a morte do ator, diretor e dramaturgo Reinaldo Maia, figura-chave na trajetória do Folias, a peça se debruça sobre as migrações reais e metafóricas para questionar o sentido do êxodo e lança a pergunta: o que une as pessoas que são obrigadas a fugir da terra de origem?

 

Êxodos - o eclipse da terra - Galpão do Folias (56 lug.). R. Ana Cintra, 213, 3361-2223, metrô Santa Cecília. 5ª a sáb., 21h; dom., 20h. 150 min. 14 anos. R$ 30. Até 30/5.

Tudo o que sabemos sobre:
Folias D'Arte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.