Ex-modelo da Playboy ganha direito de reivindicar herança

A ex-modelo da revista Playboy Anna Nicole Smith poderá pedir uma parte da fortuna de seu falecido marido octogenário, graças a uma determinação emitida nesta segunda-feira pela Suprema Corte dos Estados Unidos.A herança deixada por J. Howard Marshall é de cerca de US$ 1,6 bilhão, e Anna Nicole e o filho mais novo do milionário, E. Pierce Marshall, mantêm uma disputa legal para conseguir o controle do dinheiro.Marshall conseguiu uma vitória quando uma corte de apelações decidiu que os tribunais federais não tinham jurisdição sobre casos disputados em esferas estaduais.No entanto, a Corte Suprema revogou essa determinação porunanimidade, o que permitirá a Anna Nicole, de 38 anos, reivindicar parte da fortuna nos tribunais federais.A modelo tinha 26 anos quando casou com J. Howard Marshall, de 89 anos, um magnata do petróleo do Texas. O casal, que tinha se conhecido em um clube noturno de Houston, onde Anna Nicole fazia striptease, se casou em 1994 e o casamento durou 14 meses, até 1995, ano em que Marshall morreu.Um tribunal do Texas determinou que o filho de 67 anos tinha direito à herança do pai. Um juiz federal de falências da Califórnia se pronunciou a favor da modelo e reconheceu seu direito a receber US$ 474 milhões, pelas denúncias de que o filho de J. Howard tinha interferido para que ela não obtivesse a parte da herança que lhe correspondia.Posteriormente, outro juiz federal reduziu o montante para US$ 88 milhões, mas o tribunal de apelações determinou que Anna Nicole não tinha direito a nada, porque os tribunais federais não têm jurisdição em disputas sobre testamentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.