JF Diório/AE
JF Diório/AE

Ex-guitarrista do Ira!, Scandurra lança álbum solo em SP

Após turbilhão, guitarrista retoma carreira com projeto 'Ao Vivo' em CD e DVD

AE, Agência Estado

21 de outubro de 2010 | 09h33

Depois que o Ira! chegou ao fim, em 2007, o guitarrista Edgard Scandurra ficou meio sem chão. Não só pela extinção da banda que ele havia ajudado a fundar, em 1981, mas pela forma conturbada como tudo aconteceu - e que acabou abalando sua longa amizade com o vocalista Nasi. "Fiquei oito meses um pouco perdido. Tive de reestruturar minha carreira e, nesse processo, achei que tinha de me reencontrar como rock, com a minha assinatura", diz Scandurra, que já mantinha projetos pessoais paralelamente à banda.

Foi em meio a esse turbilhão que nasceu o CD e DVD Ao Vivo, que terá show de lançamento hoje, na Choperia do Sesc Pompeia. É seu primeiro projeto pós-Ira!, se consideramos um trabalho solo. É que o músico nunca parou: faz parte da banda que excursiona com Arnaldo Antunes na turnê do CD Iê Iê Iê; tem tocado com a cantora Karina Buhr nos shows da moça; e idealizou o projeto infantil Pequeno Cidadão, ao lado de Arnaldo, Taciana Barros e Antônio Pinto, que abarca CD, DVD e turnê pelo País. Ele assumiu ainda outra ocupação: a de proprietário do restaurante francês Le Petit Trou, inaugurado há 3 anos, em São Paulo, pouco antes do final do Ira!.

Para levar seu Ao Vivo adiante, o guitarrista encontrou como mote os 20 anos do início de seus projetos solos, desencadeados pelo disco Amigos Invisíveis, de 1989. Em maio do ano passado, ele reuniu no palco do Teatro Fecap, em São Paulo, uma série de convidados - incluindo Fernanda Takai, Zélia Duncan, Jorge Du Peixe, Bárbara Eugênia e Charlie Crooijmans - e 18 músicas no repertório. Pinçou faixas de seus discos, como Amor em B.D. (de Amigos Invisíveis) e Amor Incondicional (do álbum homônimo) e também os lados B do Ira em que aparece como compositor - com exceção de Tolices, um dos grandes sucessos da banda. Ainda na lista de participações especiais, Guilherme Arantes comparece em Meu Mundo e Nada Mais. "São pessoas de gerações que me acompanharam ou me influenciaram. Depois do fim da banda, eu queria gente assim ao meu redor", afirma.Ao repertório revisitado, uniram-se três inéditas: A Dança do Soldado, Kaput e Não Precisa Me Amar. As informações são do Jornal da Tarde.

Edgard Scandurra - Ao Vivo. Hoje, às 21h30. Choperia do Sesc Pompeia (Rua Clélia, 93, Pompeia). Tel. (011) 3871-7700. Ingressos: R$ 4 a R$ 16.

Tudo o que sabemos sobre:
músicaEdgard ScandurraIra!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.