Ex-BBB Buba é preso com ecstasy e maconha

O empresário da noite curitibana Edilson Buba, de 32 anos, que participou da última edição do Big Brother Brasil, da Rede Globo de Televisão, foi preso em flagrante por volta das 14 horas, no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, sob acusação de tráfico de drogas. Ele foi preso ao retirar uma bagagem do bagageiro do aeroporto, onde estavam 18 comprimidos de ecstasy e 50 gramas de maconha. A namorada de Buba, Dirliane, estava com ele. Ela estava sendo ouvida ontem, mas não deve ficar presa.Segundo o delegado de São José dos Pinhais, Osmar Dechiche, nasexta-feira, Buba e a namorada iriam viajar para Belo Horizonte, quandoum policial desconfiou do fato de ele sair da fila de check-in e ir atéo bagageiro deixar a bagagem. Por isso, ficou aguardando o retorno deleque aconteceu hoje. Quando ele retirou novamente a bagagem, foi-lhedado voz de prisão. À polícia, Buba negou que tivesse qualquer ligaçãocom os entorpecentes encontrados.De acordo com o delegado, no depoimento ele disse que foi cercadopor vários fãs, que lhe pediam autógrafo, quando percebeu que algumacoisa estranha tinha sido colocada em sua bagagem. Ele disse terpercebido que se tratava de ecstasy. "Não nos explicou o porquê delevar até o bagageiro do aeroporto", disse Dechiche. "Ele não vinhasendo monitorado, mas a maneira como agiu sexta-feira causoudesconfiança." Para o delegado, pelas respostas que Buba havia dado atéo fim da tarde de hoje, "não há sustentação crível sobre a origem oudestino da substância". Buba, que ficou por seis semanas na casa doBBB, ficará em cela comum pois não tem curso superior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.