Reprodução do Instagram de Felipe Carmona Cantera
Reprodução do Instagram de Felipe Carmona Cantera

Ex-assessor de deputado investigado por fake news é o novo secretário de Direitos Autorais

Felipe Carmona Cantera chegou à Secretaria Nacional de Direitos Autorais e Propriedade Intelectual em agosto, como diretor do Departamento de Política Regulatória

Redação, O Estado de S. Paulo

17 de março de 2021 | 08h31

O advogado e ex-assessor parlamentar Felipe Carmona Cantera é o novo secretário Nacional de Direitos Autorais e Propriedade Intelectual da Secretaria Especial de Cultura. A nomeação foi oficializada nesta quarta-feira, 17, com a publicação no Diário Oficial. No dia 9, Glaucia Tamayo Hassler Sugai, secretária desde agosto de 2020 e, antes disso, presidente da comissão de ética do Ministério do Desenvolvimento Regional, foi exonerada do cargo.

Cantera foi assessor parlamentar de Gil Diniz, deputado estadual conhecido como Carteiro Reaça que foi expulso do PSL por ‘manifestações de ataques ao STF e seus ministros’ e acusado de envolvimento na disseminação de fake news (também durante as eleições municipais, em favor de Celso Russomano). Em 2019, Felipe Carmona Cantera foi acusado de integrar uma central de memes e ataques apócrifos criada no gabinete do deputado.

Em agosto de 2020, Felipe Carmona Cantera foi nomeado diretor do Departamento de Política Regulatória da Secretaria Nacional de Direitos Autorais e Propriedade Intelectual. Dias depois, foi designado também para o cargo de substituto eventual de secretário. Em dezembro, passou a ser diretor do Departamento de Registro, Acompanhamento e Fiscalização da mesma secretaria. Em seu perfil nas redes sociais, diz ainda que é oficial do Exército.

A Secretaria de Direitos Autorais e Propriedade Intelectual atua como órgão regulador e fiscalizador, estabelecendo as bases para que a política de proteção dos direitos autorais seja aprimorada e avance para outros campos da cultura, como o audiovisual, o teatro e as plataformas de conteúdo digital. A Secretaria Especial da Cultura é comandada pelo ator Mário Frias.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.