Eventos em SP mostram música e arte de Paraitinga

Na esteira de uma catástrofe, a dinâmica produção cultural de São Luiz do Paraitinga ganha mais evidência na capital paulista. Nesta semana, a música, as danças, as artes visuais e outras manifestações populares da cidade do Vale do Paraíba - que foi inundada no último réveillon, mas vem se reerguendo otimista - estão em três eventos em São Paulo. A jovem banda Estrambelhados está em todos. Tinha show programado para ontem no Sesi, toca amanhã no Memorial da América Latina e sábado na Virada Cultural.

AE, Agência Estado

13 de maio de 2010 | 09h37

Paraitinga Corpo e Alma, no Memorial, além das marchinhas dos Estrambelhados e de Barone e a Loucomotiva Cabereca, terá grupos de outros estilos: Sílvio Oryn e banda (MPB), as duplas Loro e Lucas, Jonca e Juca , envolvidos com ritmos regionais, como Nelsinho Mato Dentro, Los Canteros (dança do sabão e do caranguejo), Seu Renô Martins (dança de São Gonçalo) e Grupo de Violeiros Rio Abaixo (moda de viola). Tom Zé faz participação especial. A renda será revertida para os artistas da cidade.

João Rafael, violonista dos Estrambelhados com mestrado em História na USP, diz que a banda se propõe a pesquisar a cultura de São Luiz. "Como somos uma banda de jovens, a gente dá uma releitura mais contemporânea, sempre com o cuidado de manter o pé nas tradições." Nos shows, os rapazes tocam temas tradicionais, como a famosa "Casinha Branca" (Elpídio dos Santos), com novos arranjos, e composições autorais de seu CD de estreia, Folias (2008).

A Virada Cultural vai ter um palco só com as bandas de São Luiz tocando marchinhas, no Largo da Misericórdia, perto da Praça da Sé. Os Estrambelhados tocam às 18h de sábado, seguidos pelo Grupo Paranga (20h) e outros. A Família Santos toca às 15h do domingo e a Charanga do Quadô fecha o carnaval a partir das 17h.

Com oficinas de bonecos gigantes, contação de histórias, literatura de cordel, feira de artesanato, leilão beneficente e shows musicais, Paraitinga em São Paulo prossegue até amanhã no Sesi com entrada franca. No início da tarde toca hoje o Grupo de Violeiros Rio Abaixo, amanhã é a vez do cantor revelação Camilo Frade, de 13 anos. As informações são do Jornal da Tarde.

Paraitinga Corpo e Alma - Memorial da América Latina (Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664). Tel.(011) 3823-4600. Paraitinga em São Paulo - Sesi (Av. Paulista, 1.313). Tel. (011) 3146-7405/7406.

Tudo o que sabemos sobre:
culturaSão Luiz do Paraitinga

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.