EUA PERDEM VALIOSA CRÍTICA

Judith Crist, uma das críticas cinematográficas mais influentes das últimas três décadas nos Estados Unidos, morreu terça-feira. Ela tinha 90 anos e estava em sua casa, em Manhattan. Crist se tornou uma crítica proeminente em um momento em que o cinema de Hollywood se reinventava, quebrando as convenções vigentes. Ela chamou a atenção para uma nova geração de diretores americanos, como Steven Spielberg e Woody Allen e novos atores como Robert De Niro e Faye Dunaway. Trabalhou em veículos importantes como The New York Herald Tribune, New York Magazine, além de participar do programa Today, da NBC. / AP

O Estado de S.Paulo

09 de agosto de 2012 | 07h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.