Estréias movimentam palcos mineiros

O público mineiro tem muitos motivos para ir ao teatro este fim de semana. Além das produções locais, os teatros estão recebendo até domingo três peças que estão em turnê nacional.No Palácio das Artes, a atração é Antônio Fagundes em Últimas Luas, do italiano Furio Bordon e tradução de Millôr Fernandes. A peça estreou há quase um ano, em São Paulo, e tem sido elogiada pela atuação de Antônio Fagundes. Conta a história de um homem velho que espera o filho voltar do trabalho para acompanhá-lo à Casa de Repouso, onde deverá passar o resto de seus dias. Com a chegada do filho, os dois homens começam a travar um duelo verbal tecido de rancores e de pequenas crueldades, mas com um certo tom de doçura. Depois de alguns anos, já na Casa de Repouso, ele relembra os bons momentos e considera a morte próxima. O espetáculo tem direção de Jorge Takla e conta ainda no elenco com Mara Carvalho e Petrônio Gontijo.Para quem prefere comédia, uma das opções é o monólogo La Barca D´América, com Herson Capri, que entra em cartaz no Teatro Dom Silvério. O texto é do italiano Dario Fo, que o escreveu em 1992 por ocasião dos 500 anos da descoberta da América. Herson Capri (que também traduziu e dirige a peça) conta a história de um marinheiro italiano que naufraga na costa americana e é aprisionado pelos índios. Com muitas passagens bem humoradas, o espetáculo levanta questões sobre as descobertas e a colonização da América.Outra comédia é Comunhão de Bens , que estréia no Teatro Sesiminas. No elenco, Juan Alba Nívea Stelmann, Mariane Vicentini e Luka Ribeiro, sendo que hoje a atriz Nívea Stelmann será substituída pela modelo e atriz Cláudia Liz. Escrita em 1980 por Alcione Araújo, a peça discute, de forma bem humorada, o casamento, a independência feminina, a bissexualidade e a separação de casais que continuam morando juntos devido à crise financeira. O espetáculo tem direção de Marcelo Soares de Andrade e marca a estréia nos palcos dos atores Juan Alba e Nívea Stelmann.Já no Teatro Alterosa está em cartaz Como Sobreviver em Festas e Recepções com Buffet Escasso, com o ator mineiro Carlos Nunes. A peça é uma comemoração dos vinte anos de carreira do ator e é baseada no livro de Ângelo Machado. O espetáculo conta conta as experiências de um "penetra" em várias festas onde nem sempre a comida e a bebida são suficientes para todos os convidados. Durante aproximadamente uma hora, o protagonista narra estes fatos e ensina alguns truques para que a platéia não passe pelas mesmas situações. A direção é de Ênio Reis.Últimas Luas - Sexta e sábado às 21h e domingo às 18h. Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1537). Mais informações: 0 __ 31 237 7260. Ingressos a R$ 30,00 (balcão), R$ 35,00 (Setor II) e R$ 40,00 (Setor I). La Barca D´América - Sexta e sábado às 21h e domingo às 20h. Teatro Dom Silvério (R. Lavras, 255 - São Pedro). Ingressos a R$ 12 (antecipados) e R$ 15 (na bilheteria). Mais informações: 0 _ _ 31 2815592.Comunhão de Bens - Sexta e sábado às 21h e domingo às 19h. Teatro Sesiminas (R. Padre Marinho, 60 - Santa Efigênia). Ingressos a R$ 30. Mais informações: 0 _ _ 31 2717181. Como Sobreviver em Festas e Recepções com Buffet Escasso - Sexta e sábado às 21h e domingo às 20h. Teatro Alterosa (Av. Assis Chateaubriand, 499 - Floresta). Ingressos a R$ 8 (antecipados) e R$ 12 (na bilheteria). Mais informações: 0 _ _ 31 2376611.

Agencia Estado,

06 de outubro de 2000 | 16h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.