Estreia vencedora do prêmio Cultura Inglesa

A peça Piscina (Sem Água) não tem personagens fixos ou falas predeterminadas. Escrita pelo inglês Mark Ravenhill, trata de temas intrincados como os limites da arte ou a fragilidade das relações, e foi com essa estrutura que conquistou a última edição do prêmio Cultura Inglesa.

Maria Eugênia de Menezes, O Estado de S.Paulo

07 de agosto de 2010 | 00h00

Assinada por Felícia Johansson, a montagem abre temporada hoje no Teatro Cultura Inglesa de Pinheiros. Em cena, a diretora busca uma concepção quase coreográfica para revelar a história de uma artista plástica que sofre um acidente durante uma festa. Em coma, ela tem seu corpo manipulado pelos convidados e se torna, ela própria, uma obra de arte. No palco, atores movimentam painéis onde são projetadas cenas do processo de transformação da artista.

É a primeira vez que Piscina (Sem Água) é apresentada no Brasil. A trama, que estreou em Londres em 2006, sucede Shopping and Fucking, texto que rendeu notoriedade a Ravenhill e foi encenado em 40 países.

PISCINA (SEM ÁGUA)

Teatro Cultura Inglesa. R. Dep. Lacerda Franco, 333, 3814-0100. sáb., 21 h; dom., 18 h. R$ 30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.