Estréia hoje remake de 'Barrados no Baile' no Sony

Ser adolescente no início dos anos 90 era automaticamente saber da existência de Barrados no Baile. O seriado transmitido pela Rede Globo semanalmente trazia a história de dois irmãos gêmeos (Brandon e Brenda Walsh) tentando se adaptar à rica e espalhafatosa Beverly Hills. Na onda dos revivals, o público brasileiro poderá conferir a partir de hoje, às 21h, no Sony, uma nova versão do programa. De acordo com as chamadas do canal pago, a estréia de 90210 (cep da cidade de Beverly Hills e nome original da série nos EUA) renderá boas lembranças para os fãs da trama original ao mesmo tempo em que fisgará novos aficionados.O episódio especial de duas horas transmitido hoje traz referências explícitas ao sucesso dos anos 90. Os irmãos Annie e Dixon Wilson (a Brenda e o Brandon da nova era, vividos por Shenae Grimes e Tristan Wilds) também caem em Beverly Hills a contragosto. O pai, Harry (Rob Estes), é chamado para trabalhar no velho e conhecido colégio West Beverly. Mas atenção: em tempos de ?politicamente correto?, o Brandon de hoje é negro e adotado.Como na série original, os irmãos sofrem no início, mas logo ganham a simpatia dos bem-nascidos da cidade. Uma das conselheiras do colégio é Kelly Taylor - a ex-namorada de Brandon, Dylan e meia Beverly Hills, vivida pela mesma intérprete dos anos 90, Jennie Garth. Sua irmã, Erin Silver, é uma das rebeldes da trama. Brigada com a mãe, mora de favores e é dona de um blog polêmico. Erin vira a melhor amiga de Brend... ops, Annie e acaba tendo um caso com Brand... ops, Dixon. Há semelhantes de Dylan, Donna e David. Temas como traição e arrependimento pipocam a todo momento. Além de Kelly, Brenda (a atriz Shannen Doherty) aparece nos primeiros capítulos. O Peach Pit - lanchonete onde a turma se reunia - é um dos cenários do primeiro episódio. A estréia nos EUA foi bem de audiência. Aqui, o fenômeno deve se repetir. Basta esperar até quando fãs de Gossip Girl e The O.C. suportam. Para os mais velhos, é como vestir uma roupa velha, cheia de remendos. As informações são do Jornal da Tarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.