Estreia hoje a 5ª temporada de 'Mad Men'

A série dramática "Mad Men" tem sido marcada pelo sucesso desde sua estreia, em julho de 2007, nos Estados Unidos. As boas críticas permitiram que o seriado se tornasse o primeiro a ganhar o prêmio Emmy de melhor série dramática por quatro anos consecutivos, além de inúmeros outros prêmios, o que fez a espera de 17 meses pela nova temporada quase impossível para os fãs. "Mad Men" estreia nesta segunda-feira sua quinta temporada no Brasil, no canal HBO, às 21h, após o longo período de ansiedade deixada pelo desfecho do último episódio.

AE, Agência Estado

23 de abril de 2012 | 10h09

Em plenos anos 60, a trama de "Mad Men" gira em torno do mundo feroz da publicidade. O principal pano de fundo da série é a Sterling Cooper Draper Pryce Advertising Agency, a maior do ramo publicitário, localizada na Madson Avenue, em Nova York.

A série explora estereótipos para demonstrar toda a cultura da época. O protagonista Don Draper - interpretado por Jon Hamm - é sócio da agência. Ele é mestre na arte da manipulação e da persuasão, e está disposto a fazer praticamente tudo para continuar o número um da publicidade, mesmo com a chegada de empresários mais jovens, e com os tempos mudando rapidamente, tornando a indústria publicitária cada vez mais competitiva.

Apesar de obter os melhores contratos e dinheiro não faltar, Don está constantemente infeliz e lida com as crises pessoais bebendo, fumando e tendo casos com inúmeras mulheres. O protagonista tem três filhos com Betty Francis (January Jones), a típica dona de casa dos anos 60, que pediu divórcio depois de descobrir o segredo do marido. Ela terminou a temporada anterior casada novamente.

Peggy Olsen (Elisabeth Moss) começou na série como a secretária de Don, uma funcionária nova ambiciosa e com tendências feministas. Na quarta temporada já é redatora da agência. Ela é perseguida pelo gerente de contas Pete Campbell (Vincent Kartheiser), com quem teve um caso amoroso, apesar de ele ser casado. Pete tinha planos de chantagear Don, mas os dois terminam a temporada em bons termos e ele também se torna sócio da agência.

Outra funcionária é a gerente Joan Harris (Christina Hendricks), uma mulher segura de si, que acaba tendo um caso com Roger Sterling (John Slattery) e termina a temporada em maus lençóis com o marido. Sócio fundador da agência e mentor de Don, Roger bebe além do normal e tenta, sem sucesso, se manter fiel no segundo casamento. O capítulo que marca o retorno da série é "A Little Kiss". O episódio teve uma audiência de 3,5 milhões de telespectadores nos Estados Unidos. As informações são do Jornal da Tarde.

Tudo o que sabemos sobre:
televisãoMad Men

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.