Estréia "Fausto Zero", uma adaptação de Goethe

Fausto Zero, adaptação do clássico de Goethe, estréia para convidados nesta sexta e para o público no sábado, data em que se comemora o Dia do Teatro. A peça celebra também os 40 anos de carreira da atriz Walderez de Barros, protagonista da peça.Dr. Fausto - grande conhecedor de medicina, filosofia e teologia - é um homem obcecado pelo conhecimento. E na busca por mais saber, ele faz um pacto com o demônio, propriamente o Mefistófeles. Fausto vende sua alma ao diabo em troca de mais conhecimento e prazeres na vida. Entra em cena, então, Margarida, vivida por Vera Zimmermann. "Ela é a mais pura das mulheres, a heroína romântica", explica a atriz. A jovem tem um romance com o Dr. Fausto e acaba engravidando. Sentindo-se culpada por ter o filho fora do casamento, ela afoga a criança até a morte e acaba sendo presa. Fausto até tenta salvá-la, mas é obrigado a partir com o diabo para o inferno, enquanto Margarida enlouquece na prisão. Vera encara o maior desafio de sua carreira que é incorporar Margarida. "Estou completamente apaixonada pelo espetáculo. Ao mesmo tempo, estarei contracenando com Walderez de Barros.Nascida em Ribeirão Preto, Walderez começou a fazer teatro em 1960 na Faculdade de Filosofia da USP. Mais recentemente ela ficou famosa junto ao grande público ao interpretar a empregada Judite, na novela Rei do Gado. Muito antes, fez Beto Rockefeller e O Direito de Nascer, nos primórdios da Tupi. No teatro, ganhou três prêmios Molière, pelas peças Abajur Lilás e Madame Blavatsky, ambas de Plínio Marcos, e por Max, do alemão Manfred Karge.Vera não esconde a expectativa da estréia neste final de semana em São Paulo. "Nós encenamos a peça durante quatro dias em Curitiba e fomos bem. Mas aqui, as coisas são diferentes. Haverá amigos, parentes e muitos críticos assistindo. Não tem jeito, o nervosismo é inevitável", revela. Atriz de poucos trabalhos na televisão - ela fez algumas novelas, dentre elas, Meu Bem, Meu Mal (Globo) e Estrela de Fogo (Record). Quando ela tinha 17 anos, Caetano Veloso compôs a música ´Vera Gata´, inspirada em seu rosto de menina. Os anos se passaram. Hoje, Vera Zimmermann está prestes a completar 40 anos, no próximo dia 30. Mas o jeito de garotinha ainda permanece na atriz. "Tem pessoas que têm os mesmos cuidados com a saúde que eu tenho mas têm cara de mulher. Eu sempre tive este jeito de menina", diz. "Em toda a minha vida, nunca deixei de fazer ginástica, musculação, ioga, aeróbica e dieta". Fausto Zero. De Goethe. Direção Gabriel Villela. Duração 1h40. De quinta a sábado, às 21 horas; domingo, às 19 horas. R$ 30 e R$ 40 (sábado). Espaço Promon. Avenida Juscelino Kubitscheck, 1.830, tel. 3847-4111. Até 27/6

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.