Estréia 8.º episódio de Chico Buarque Especial

A Direct TV exibe hoje, de duas em duas horas (a partir do meio-dia), o oitavo episódio da série Chico Buarque Especial, A Palavra. Lisboa e Budapeste são opções óbvias. Na capital portuguesa, ele comenta as diferenças entre o idioma de lá e o abrasileirado, lembrando versos de Noel Rosa (tudo aquilo que o malandro pronuncia, com voz macia, é brasileiro, já passou de português). Conta que, pretensioso, tentou imitar Guimarães Rosa em sua primeira música de sucesso, Pedro Pedreiro, ?mas não ficou nada parecido?. A Budapeste, Chico chega ansioso. Não conhece a cidade, mas a descreveu tão bem no livro de mesmo nome que fez dele um autor de best seller. Comenta a confusão entre o real e o imaginado no livro. ?Algumas coisas que eu pesquisei estavam erradas e outras que eu inventei existem?, conta ele. ?A rua para onde o personagem vai, por exemplo, foi inventada, mas fica perto do metrô, como na história.? Tudo isso costurado por canções, tiradas de shows ou especiais sobre o compositor. São os melhores momentos, porque ouvimos obras-primas como Quem te Viu, Quem te Vê, Dois Irmãos. Reprises - O especial será exibido ainda na Band (detentora da maior parte das imagens de arquivo). Chico Buarque Especial terá ainda três episódios até janeiro de 2006. O próximo será sobre sua música para cinema. O seguinte aborda a produção para crianças (o musical Os Saltimbancos, que ele traduziu do original em italiano de Sérgio Bardotti) e, fechando a tampa, seu início de carreira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.