Estrangeiros voltam a fazer cultura em Cabul

A partir da semana que vem, o Afeganistão recebe sua primeira filial de uma entidade cultural estrangeira em muitos anos. É o alemão Instituto Goethe, que funcionou no país até 1990, ano em que foi forçado a fechar por conta da ascensão taleban e da instabilidade política na região. O anúncio foi feito hoje pela entidade, presente nas mais diversas partes do mundo. Conforme o site da instituição, o Goethe Cabul volta a funcionar na próxima segunda-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.