Chip East/Reuters
Chip East/Reuters

Estilista Kate Spade é encontrada morta em casa em aparente suicídio, diz polícia

Criadora da Kate Spade New York tinha 55 anos

Jonathan Allen e Gina Cherelus, Reuters

05 Junho 2018 | 13h32

A estilista Kate Spade foi encontrada morta, aos 55 anos, em seu apartamento em Nova York na manhã desta terça-feira, 5, no que parece ter sido suicídio, disse a polícia.

Seu corpo foi encontrado por uma funcionária de sua residência, na Park Avenue, em Manhattan, e ela teria deixado um bilhete, relatou a CBS, citando uma fonte não identificada.

A estilista fundou em 1993 sua grife Kate Spade New York, que foi vendida por ela posteriormente, em 2006. Spade foi editora da já extinta revista Mademoiselle antes de lançar sua companhia, que começou vendendo bolsas, antes de expandir para roupas, joias, produtos de casa e fragâncias. 

A empresa foi comprada em 2017 pela Tapestry Inc, companhia anteriormente conhecida como Coach. A Kate Spade New York tem mais de 140 lojas nos EUA e cerca de 175 em vários países do mundo, de acordo com o site oficial.

Kate Spade nasceu em Kansas City, no Estado do Missouri, e casou com Andy Spade, irmão do ator David Spade, em 1994. Em 2016, o casal lançou uma nova marca de moda, chamada Frances Valentine, que vende sapatos e acessórios. 

O Departamento de Polícia de Nova York confirmou a morte da estilista por seu nome de batismo, Katherine Noel Brosnahan.

Mais conteúdo sobre:
Kate Spade

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.