''Estado'' atende leitores e volta com as cruzadas diretas

A partir de hoje, o Caderno 2 volta a publicar as Palavras Cruzadas Diretas da Coquetel. A publicação se dará, nos próximos dias, em revezamento com a nova versão criada por Maria Thereza Martins e que havia sido lançada no domingo, com o projeto de renovação editorial do jornal. As cruzadas de Maria Thereza retomam uma tradição do jornal, que por anos teve uma seção assinada por seu marido, o jornalista e autor do manual de redação do Estado, Eduardo Martins, que morreu em 2008. Mas, diante do apelo de muitos leitores, o jornal decidiu voltar a publicar as Cruzadas Diretas. A parceria bem-sucedida do Estado com a Coquetel também se dá há anos, e foi estendida a outro passatempo, o Sudoku. A escolha à época foi óbvia, diante do sucesso obtido pela Coquetel com suas inovadoras cruzadas diretas, que fixou novo paradigma no mercado. Caberá aos leitores decidir, nos próximos dias, qual delas permanecerá. Ou se o esquema de revezamento, que permite duas formas diferenciadas de praticar um dos mais antigos passatempos da mídia impressa, deve ser mantido. Votos sobre a melhor opção poderão ser dados por telefone ou e-mail (veja telefones e endereços eletrônicos na pág. 3 do "Primeiro Caderno").

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.