Imagem Cristina Padiglione
Colunista
Cristina Padiglione
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Esporte Interativo começa a usar dados do Facebook em dezembro

Começa a valer em dezembro o uso da base de dados do Facebook na tela do Esporte Interativo, único canal brasileiro entre os dez selecionados por Mark Zuckerberg no mundo para terem acesso a informações sobre TV em sua rede social. Isso significa que o usuário do Facebook poderá ver seu comentário na tela do canal e ter sua opinião computada em enquetes e estudos em torno do assunto em foco na emissora.

Cristina Padiglione, O Estado de S.Paulo

17 de outubro de 2013 | 02h25

O canal terá ainda a chance de rastrear comentários por meio de hashtag ou palavras, segmentar os participantes por localidade, idade e sexo, e medir se as interações são positivas ou negativas. Durante a Copa do Mundo, por exemplo, as reações dos torcedores poderão ser identificadas e compartilhadas pela TV.

O Twitter, por meio de seus Tranding Topics, já dá acesso a empresas interessadas em mensurar a repercussão em torno de determinado assunto, mas o Facebook tem resistido bravamente a abrir os dados de sua base para tanto. Zuckerberg começou a rever essa posição como meio de valorizar o custo do espaço de sua rede para a venda de anúncios publicitários.

Privacidade. Isso não significa o fim da privacidade de quem usa o Facebook. Quem publicar um post acionando apenas sua rede de amigos ou determinado grupo só será computado como um número a mais na lista de repercussões medida pelo canal. A emissora saberá, no máximo, se quem mencionou o canal é homem ou mulher, mas não terá conhecimento sobre o conteúdo publicado.

Tudo o que sabemos sobre:
Cristina Padiglione

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.