Espólio de Jackson processa vendedor de lembranças

O espólio de Michael Jackson abriu na quinta-feira um processo contra um empresário que se juntou à mãe do cantor para comercializar objetos relacionados ao falecido "Rei do Pop," por intermédio do site jacksonsecretvault.com.

REUTERS

21 de janeiro de 2011 | 09h09

O site, diz o processo, "faz absolutamente de tudo ao seu alcance para sugerir aos seus visitantes que é o polo de todas as coisas (relativas a) Michael Jackson, e que tem o aval e é apoiado pelo espólio, quando na verdade não é nem uma coisa nem outra."

O site vende, por exemplo, um livro "oficial", por 39,99 dólares, com centenas de fotos do arquivo da família Jackson, e aparentemente com autorização de Katherine Jackson. A matriarca de 80 anos aparece com destaque nas fotos promocionais.

A ação acusa Howard Mann e outros de violação de direitos autorais e apropriação de imagem, entre outras infrações, e pleiteia indenizações compensatórias e punitivas, além dos lucros dos réus.

Mann não foi imediatamente localizado para comentar, mas ele disse em novembro ao site TMZ.com que não estava "nem remotamente" preocupado com a possibilidade de sofrer um processo. Ele afirmou na época que estava ajudando Katherine Jackson a ganhar algum dinheiro enquanto o espólio se preocupava em pagar as dívidas do falecido cantor.

O espólio evitou comentar o fato de a mãe de Jackson não ter sido citada como ré no processo.

(Reportagem de Dean Goodman)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEJACKSONESPOLIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.