Espetáculo resgata humor na canção brasileira

Os Parlapatões, Patifes ePaspalhões juntam-se hoje aos músicos da Banda Sinfônicado Estado para um espetáculo no qual vão resgatar o humor namúsica brasileira. Ao longo de Os Reis do Riso, canções deAdoniram Barbosa, Edu Lobo, Chico Buarque e até dos MamonasAssassinas servirão como ponto de partida para um resgate do queo diretor Hugo Possolo chama de "música criada para rir"."As paródias de músicas conhecidas ou mesmo outras quefazem deboche ficaram mais célebres. Mas o que nos interessavaera encontrar canções satíricas, criadas para fazer rir, quemuitas vezes são deixadas de lado", explica Possolo, que assinao roteiro e a direção do espetáculo. A direção musical é de AbelRocha e os arranjos são assinados por Miguel Briamonte, diretorde espetáculos como A Bela e a Fera e Chicago.O espetáculo está dividido em seções temáticas, explicaPossolo. Há, por exemplo, o momento "boteco carioca", comcanções de Lamartine Babo, Ary Barroso e Noel Rosa. A intenção é"simbolizar cada tipo de humor". "Toda a escolha de repertório edo formato do espetáculo passa pela valorização do humor comolinguagem." E a banda, continua Possolo, não é mera acompanhante. "Éuma característica bastante cara ao Abel, ele sabe quebrar aformalidade e consegue dar naturalidade à participação dosmúsicos no espetáculo." Banda Sinfônica do Estado de São Paulo e OsParlapatões, Patifes e Paspalhões - 8 anos. Teatro Sérgio Cardoso, Rua Rui Barbosa, 153, Bela Vista, 288-0136. Terça a sábado às 21 horas e domingo às 19 horas. R$ 20. Até domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.