"Espelhos e Sombras" estréia em SP

Um tema delicado em um lugar inusitado. Esta é combinação de Espelhos e Sombras, peça que estréia nesta sexta-feira na boate gay So Go. O espetáculo traz os sonhos, as inquietudes e os desafios da vida de Daniel, interpretado por Luís Amorim. Escrito pelo jornalista Avelino Alves, o texto vai além de um simples retrato da comunidade gay. ?É uma discussão das relações humanas; por acaso os dois personagens são homossexuais?, esclarece o diretor Alexandre Roit,Espelhos e Sombras conta a história de Daniel e Vitor (Guilherme Tavares). Daniel é um professor universitário e Vitor, seu aluno. Ana Paula Sant´Anna faz a ?fantasma? Júlia, ex-namorada de Daniel, morta em um acidente de carro. ?A proposta é muito interessante e nunca tinha interpretado um homossexual, muito menos em uma boate?, afirmou Luís Amorim, o mais experiente do trio. Ana Paula tem 19 anos e Tavares 21, mas mostram bastante desenvoltura. Afinal, foram eles que levaram a idéia do local e do tema a Avelino.?Não somos atores conhecidos, tínhamos que trazer algo novo?, diz a atriz. "Tenho uma experiência de rua e locais diferentes?, rebateu Roit, que dividirá seu tempo também com os compromissos com o grupo Parlapatões, do qual é integrante.O elenco não vai trabalhar no tradicional palco italiano. O diretor resolveu ousar, aproveitando todos os três ambientes, conforme se desenvolve os três atos. ?Isso dificulta um pouco a nossa marcação, mas cria um ambiente muito intimista com o público?, afirmou Ana.O local também proporciona aos espectadores (que não passarão de 50 por noite, já que a peça será realizada antes da abertura da boate) - a oportunidade de assistir ao espetáculo mais à vontade: poderão ficar em pé, sentados em confortáveis sofazinhos ou em uma das banquetas pintadas com as cores do arco-íris, símbolo do movimento gay. O ingresso da peça ainda dá direito a passar o resto da noite na boate.Espelhos e Sombras. So Go fica na Alameda Franca, 1368. Tel.: (11) 3061-5513 .Sexta e sábado às 21 horas e aos domingo às 20 horas. R$ 15 reais. Censura: 18 anos. 50 lugares. Até 29 de novembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.