Especialistas examinam telas roubadas em Londres

Especialistas em artes plásticas estão examinando três quadros de Van Gogh, Picasso e Gauguin que haviam sido roubados de uma galeria na Grã-Bretanha no domingo e foram encontrados no dia seguinte em um banheiro público.O valor das obras foi estimado em cerca de US$ 1,6 milhão. Elas estavam em exposição na Whitworth Art Gallery, em Manchester: A Fortificação de Paris, de Van Gogh, Pobreza, de Picasso, e Paisagem do Taiti, de Gauguin, foram encontrados nesta segunda-feira dentro de um cano em um banheiro público a 200 metros da galeria.Há temores de que as pinturas tenham sido danificadas por água, mas a direção da galeria afirmou que os especialistas só poderão dar um parecer definitivo dentro de algumas horas.A polícia de Manchester disse ter recebido um comunicado anônimo às 2h na Grã-Bretanha (22h em Brasília) que levou à descoberta das obras. Junto com os quadros estava um bilhete dizendo que eles foram retirados para mostrar a fragilidade do sistema de segurança da galeria."A nota sugere que as pinturas foram removidas por uma causa nobre, por mais que isso pareça absurdo", disse Peter Roberts, inspetor-chefe da polícia de Manchester. "Mas o tiro saiu pela culatra para o responsável por esse ato, pois nós estamos considerando o caso como uma tentativa de furto."As informações são do site da BBC em português. Para ler o noticiário da BBC, que é parceira do estadao.com.br, clique aqui.

Agencia Estado,

29 de abril de 2003 | 16h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.