Especialista quer sacrificar baleia de "Free Willy"

Um especialista em baleias norueguêsdisse hoje que Keiko, a orca convertida em estrela decinema pela série de filmes Free Willy, deveria ser mortadevido à sua incapacidade de se readaptar ao ambiente naturalapós 20 anos de cativeiro. A proposta de sacrificar a baleia, feita pelo especialista Niels Oeien, doInstituto de Pesquisa Marinha de Bergen, na Noruega, tem o objetivo de evitar uma lenta agonia do mamífero. Keiko,libertada em 7 de julho último depois de uma campanha dereadaptação na Islândia que custou US$ 20 milhões, esperou ummês para se distanciar da costa e resistiu outro mês em uma áreapróxima aos fiordes noruegueses, aparentemente em busca decontato com pessoas. "Creio que toda a história de Keiko é uma loucura. Gastarammilhões de dólares para transformá-la em uma estrela. Depois,gastaram outros milhões de dólares para restituí-la ao maraberto. Mas quem pensa ter feito isso para o bem dela, fezjustamente o contrário", afirmou Oeien, que acredita que a orcacorre o risco de uma morte lenta e triste. A série Free Willy teve três filmes, feitos em 1993, 95 e 97. Para fazer os filmes, Keiko teve de aprender uma série de peripécias, como pular fora da água e pegar peixe das mãos de pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.