Especial em tributo a SP revela dez novos contistas

Contos - um tributo a São Paulo feito por autores estreantes, inéditos ou com, no máximo, duas obras publicadas. Esta foi a proposta feita pelo Caderno 2 aos seus leitores, através do jornal O Estado de S. Paulo e do portal estadao.com.br. Em menos de um mês (de 3 de novembro a 5 de dezembro de 2003), 756 contos foram enviados por e-mail. Dez foram selecionados por uma comissão julgadora composta pelos professores da USP Moacir Amâncio, Alcir Pécora e Antonio Medina Rodrigues e pela professora da Unicamp Yara Frateschi Vieira. Todos são vencedores e premiados com a publicação dos contos, neste sábado, no suplemento especial 1.º Concurso Cultural ´Caderno 2´, que o portal reproduz em parte.O resultado mostra que alguns textos sobre a cidade vieram de outros cantos do país, da Paraíba, de São José do Rio Preto, do Rio de Janeiro, de Florianópolis e até de Nova York, o que fez o editor do caderno, Dib Carneiro, lembrar: "São Paulo é como o mundo todo ? palavra de Caetano". Mas foi no mundo da internet que alguns dos escritores descobriram o concurso. Viviana, irmã da Maria Valéria Rezende, autora de Desejos, conta que a irmã ficou sabendo do concurso pelo portal, "uma vez que eu o abro todos os dias e lhe passei a informação". De Florianópolis, Rodrigo Lopes, ganhador com o conto A Carne do Metrô, explica que "estava procurando informações sobre concursos literários em sites de busca, então encontrei um link para o portal". Já Neusa Paranhos, que escreveu Aqui Eu Tenho um Rio e mora em Nova York, diz que "soube por uma amiga (que me enviou um e-mail) que a prefeitura de São Paulo tinha lançado um concurso de crônicas. Através de um site de busca descobri que o Estadão também tinha um concurso - de contos! Que é muito mais minha praia".

Agencia Estado,

23 de janeiro de 2004 | 21h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.