Especial de TV é visto por 89 mi

O especial de televisão Uma Homenagem aos Heróis realizado na última sexta-feira em homenagem às vítimas dos atentados terroristas do dia 11 teve 89 milhões de espectadores nos Estados Unidos e arrecadou doações de mais de US$ 100 milhões. O especial de duas horas superou todos os recordes de contribuições obtidas em um programa beneficente, segundo assegurou hoje o jornal USA Today.O programa foi transmitido simultaneamente por mais de 30 cadeias de televisão, 8 mil emissoras de rádio e Internet nos Estados Unidos. Também se dispuseram a transmitir este especial emissoras de TV de mais de 200 nações, inclusive o Afeganistão, segundo confirmou um porta-voz do programa. A longa lista de estrelas que incluiu desde Bruce Springsteen a Limp Bitzkit, passando por Enrique Iglesias, Neil Young e as Dixie Chicks, captou a atenção de 89 milhões de espectadores nos Estados Unidos, que seguiram pelo menos seis minutos do programa. A cifra iguala ou supera o público de qualquer outro dos programas de maior audiência dos EUA, como por exemplo a cerimônia de entrega do Oscar, que teve 43 milhões de espectadores. A média da audiência ficou nos 59,3 milhões de espectadores, com 300 mil chamadas nos primeiros 15 minutos de programa. O especial foi organizado de forma improvisada como resposta da indústria do espetáculo à tragédia do dia 11 de setembro, quando quatro aviões comerciais seqüestrados foram dirigidos em ataques suicidas contra as Torres Gêmeas e o Pentágono. "Nós não somos heróis, somente artistas e intérpretes", recordou Tom Hanks, uma das primeiras estrelas a colaborar com este programa, que também contou com a presença de George Clooney, Jack Nicholson, Ben Stiller, Cameron Díaz, Tom Cruise o Penélope Cruz, entre outros, muitos dos quais simplesmente atendendo as chamadas telefônicas das pessoas que queriam contribuir com uma doação. Todo o dinheiro arrecadado por este especial será destinado à Fundação 11 de Setembro, que atenderá vítimas e familiares dos mortos desta tragédia, que já tem perto de 6. 500 vítimas.Outros artistas fizeram doações pessoais, como Julia Roberts, que doou US$ 2 milhões de dólares à Fundação e à Cruz Vermelha. Jim Carrey e Rosie O´Donnel también contribuíram com US$ 1 milhão cada, mesma quantia doada por cada um dos membros fundadores do estúdio DreamWorks, Steven Spielberg, Jeffrey Katzenberg e David Geffen. Por outro lado, Paul McCartney, cujo pai já foi bombeiro, anunciou que fará um show beneficente no próximo mês em Nova York, para ajudar o Corpo de Bombeiros daquela cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.