Espanha terá Museu da Língua

Os diretores das 22 academias de Língua Espanhola do mundo se comprometeram hoje a criar o futuro Museu da Língua, que será montado em umpalácio de Alcalá de Henares, cidade natal de Miguel de Cervantes.O projeto que visa contribuir "para o estudo, a salvaguarda e a difusão do espanhol", prevê criar, entre outros espaços, uma biblioteca sobre temas cervantinos, outra sobre os escritores premiados com o Prêmio Cervantes e um arquivo da palavra oral, ou fonoteca, com registros de pessoas célebres.O Museu da Língua de Alcalá é "uma excelente idéia", já que "não existe nada parecido em nenhuma parte do mundo", disse o secretário da Associação de Academias, Humberto López Morales, antes de assinar um convênio, em ato celebrado no antigo Corral de Comedias da cidade cervantina.Em Alcalá estiveram presentes hoje os diretores de todas as academias que assistiram em Valladolid ao II Congresso Internacional da Língua Espanhola. O futuro Museu da Língua já possui uma sede, o Palacio de los Casado, construído no século 19, ligado através de um jardim romântico à universidade fundada pelo cardeal Cisneros e como Instituto Cervantes. A reforma deverá ficar pronta em 2003.

Agencia Estado,

20 de outubro de 2001 | 19h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.