Espanha premia escritores argentino e mexicano

O escritor argentino Raúl Argemí e o mexicano Rafael Ramírez Heredia compartilharam hoje o prêmio Dashiel Hammett concedido pela Associação Internacional de Escritores Policiais na Semana Negra de Gijón à melhor obra do gênero novela negra escrita no último ano. Argemí aborda em seu romance Penúltimo Nome de Guerra a ressaca da ditadura argentina e Heredia retrata a violência dos grupos juvenis em La Mara. O júri destacou ao conceder o prêmio ex-Aequo à "qualidade da prosa" das duas obras. Outro mexicano, dessa vez Eduardo Monteverdo obteve o prêmio Rodolfo Walsh, que premia a melhor obra de gênero negro de não-ficção, por Lo Peor del Horror, um livro em que retrata os aspectos mais negros do México atual.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.