Espaço reabre após renovações

A mostra com três espetáculos do dramaturgo Daniel MacIvor, dirigida por Enrique Diaz, marca a reabertura do Teatro Alfredo Mesquita, em Santana.

O Estado de S.Paulo

05 Julho 2012 | 03h11

Após uma reforma que consumiu R$ 4,5 milhões, a sala administrada pela Secretaria Municipal de Cultura mereceu novos equipamentos de som e iluminação, ar- condicionado, tratamento acústico e teve sua área ampliada em cerca de 200 m², com a construção de um anexo. Nele, se encontram camarins, um espaço para guarda de cenários e figurinos, além de uma sala para ensaios.

Além do anexo, o palco foi objeto das principais alterações feitas no espaço. De acordo com a arquiteta Melina Furuta Kuroiva, a caixa cênica foi refeita. Ganhou novas varas e teve suas dimensões acrescidas.

A obra contemplou ainda adaptações de acessibilidade e uma reforma do estacionamento: que passou a ter 55 vagas.

O teatro estava fechado para reforma desde outubro de 2009. Outros seis espaços teatrais da Prefeitura passam por intervenções semelhantes. Até o fim do ano, a intenção é reabrir o Teatro Martins Penna, na Penha, o Teatro Leopoldo Froes, que fica dentro da Biblioteca Prestes Maia, em Santo Amaro, e o Teatro Paulo Eiró, localizado no mesmo bairro. Também fechados para obras, os teatros Flávio Império e Álvares de Azevedo só serão entregues em 2013. / M.E.M.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.