Escurinho repaginado

Reformado, Espaço Itaú reabre hoje para convidados e amanhã para público

FLAVIA GUERRA, O Estado de S.Paulo

15 de março de 2012 | 03h09

Após três semanas fechado para reformas, o Espaço Itaú de Cinema, no Shopping Frei Caneca, reabre hoje para convidados (e amanhã para o público) com novo layout e várias novidades. Entre os destaques, os lugares numerados, tendência nos cinemas nacionais, e a transformação da área de convivência em ponto de encontro. "Haverá uma mesa comunitária, a principal atração do espaço, que também terá acesso à internet, a já tradicional bonbonnière e a cafeteria com mesas e cadeiras, que torna o cinema não só um lugar para se assistir a um filme, mas também para conviver", como explicou Adhemar Oliveira, diretor de programação do cinema.

Se a reforma evidencia a proposta de funcionar como espaço público do cinema, o caráter de ser uma das melhores salas de São Paulo permanece o mesmo. "Cinema é luz apagada, bom som e boa imagem. E ponto. O exibidor que oferece projeção de qualidade, com som impecável, poltronas confortáveis não está fazendo mais do que a obrigação", diz Oliveira, que destaca as atividades paralelas como diferencial de um espaço como o Itaú de Cinema. "Mudamos para que mais dez anos venham pela frente. O espaço, inaugurado em 2001, se destaca por atividades como exposições de fotografias, sempre com mostras organizadas pelo Instituto Moreira Salles, sessões especiais como o Clube do Professor e a Sessão Escola."

São atividades paralelas que reforçam o caráter diferenciado do Espaço Itaú. "Esta programação exclusiva é bancada pelo espaço que recebe o patrocínio. É uma política de name-writing, que implantamos em 1993 e tem dado resultado para o cinema, para o patrocinador e o espectador, já que valorizamos tanto o cinema comercial como o de autor, o cinema nacional e as ações culturais."

A reforma atual é um dos processos finais que começaram com a troca do nome Unibanco Arteplex após a fusão dos bancos Unibanco e Itaú. Como ressalta Oliveira, a preparação para a reforma levou mais tempo que a reforma em si. Teve início com a fusão, passou pela troca de nome, pelo projeto arquitetônico (assinado pelo escritório Metro Arquitetos Associados) e se completa finalmente com a renovação do espaço. Vale lembrar que o espaço do Shopping Frei Caneca é o primeiro dos cinemas mantidos pelo Itaú, que totaliza 56 em várias capitais do Brasil, a ser reformado. A reestruturação também compreende a troca do estofado das poltronas, do piso, da pintura e da instalação de painéis de chapa perfurada, que reproduzem cenas históricas do cinema. "Será um marco arquitetônico, que remete à ideia de pixel, já que os projetores atuais são digitais e não mais em película", explica Gustavo Cedroni, um dos sócios do Metro Arquitetos.

Por falar nisso, Oliveira adianta que em breve os outros oito projetores do Espaço Itaú de Cinema serão trocados para projetores digitais, que hoje compreende só o da sala 1. "Esta é a tendência mundial de mercado. E nós teremos de acompanhar. Ainda não há datas, mas vai acontecer."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.