Escultura de Brancusi é leiloada por valor recorde

Uma escultura do artista plástico romeno Constantin Brancusi quebrou um recorde mundial em leilão na Christie´s, de Nova York, ao ser arrematada na quarta-feira por US$ 27,456 milhões (cerca de R$ 68,5 milhões). A escultura Pássaro no Espaço, uma peça de mármore que mostra uma ave subindo aos céus, foi arrematada por um comprador anônimo. O recorde anterior pertencia a outra obra de Brancusi, Danaide, vendida por US$ 18,1 milhões, em maio de 2002.A peça abstrata estava guardada em um cofre e era mantida nas mãos de uma única família desde 1937. Ela não era conhecida e sua autenticidade foi comprovada apenas dias antes de os detalhes da venda serem finalizados.A escultura, de 1,21 centímetros de altura, foi criada pelo artista por volta de 1923. Nascido em 1876, Brancusi é conhecido por suas formas simples e abstratas e é considerado um dos fundadores da escultura moderna.O artista plástico romeno mudou-se para Paris em 1904, onde viveu até sua morte, em 1957.Sua obra foi tema de uma grande mostra na tradicional galeria Tate Modern, em Londres, no ano passado. Também foi leiloada pela Christie´s de Nova York a tela Tete et Main de Femme, de Pablo Picasso, arrematada por US$ 13,4 milhões. (Leia aqui: Picasso roubado por nazistas vai a leilão).Les Grands Arbres au Jas de Bouffan, de Paul Cezanne, foi arrematada por quase US$ 11,8 milhões. O valor total dos lotes leiloados pela Christie´s foi o segundo mais alto desde 1990, chegando a quase US$ 142,893 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.