Escultor e arquiteto Robert Graham morre aos 70 anos

Marido da atriz Anjelica Huston, artista foi o autor monumento ao pianista Duke Ellington, em Nova York

Efe,

29 de dezembro de 2008 | 11h21

O escultor e arquiteto Robert Graham, marido da atriz Anjelica Houston, morreu no último sábado em Los Angeles aos 70 anos, publicou nesta segunda-feira, 29, o site do jornal Los Angeles Times. Graham foi o autor, entre outras obras, das portas de bronze de 25 toneladas da catedral de Los Angeles, desenhada pelo arquiteto espanhol Rafael Moneo, e do monumento ao compositor e pianista Duke Ellington, em Nova York. Outras obras suas são um monumento ao boxeador Joe Louis, em Detroit, e outro dedicado a Charlie Parker, no Kansas, assim como o Memorial a Franklin Delano Roosevelt, em Washington. O escultor afirmava que o artista plástico deve estar a serviço de seu tempo e ter um compromisso com seus conceitos estéticos, sem importar, inclusive, que a autoria de sua obra fique no anonimato. Robert Graham nasceu em 19 de agosto de 1938 na Cidade do México, filho de Roberto Peña e Adeline Graham, mas seu pai morreu quando ele tinha apenas 6 anos e a família se instalou na Califórnia. De um primeiro casamento deixa um filho, Steven.

Tudo o que sabemos sobre:
Robert GrahamAnjelica Houston

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.