Escritos do chinês Nobel da Paz chegam ao Brasil

Prêmio Nobel da Paz de 2010, intelectual e prisioneiro do governo chinês desde 2009 por "incitação à desmoralização do poder do Estado", Liu Xiaobo terá seus escritos publicados pela primeira vez no País pela L&PM. Não Tenho Inimigos, Desconheço o Ódio chega às livrarias em dezembro reunindo poemas e textos selecionados por sua mulher para a editora alemã S. Fischer - inclusive o discurso proferido em seu julgamento e lido pela atriz Liv Ullmann em Oslo, na entrega do Nobel. A tradução ficou a cargo de Petê Rissatti. O lançamento é oportuno, já que esta semana a China trocou seus comandantes. Na época da premiação, o país chegou a comentar que a decisão por seu nome era propaganda do Ocidente para desestabilizar o partido comunista. Este ano, outro chinês, Mo Yan, ganhou o Nobel, o de literatura, e desta vez houve festa oficial. Em recente entrevista, Mo disse ter esperanças de que o conterrâneo seja solto - ele cumpre pena de 11 anos. Os brasileiros terão de esperar um pouco mais para conhecer a obra de Mo Yan. A Cosac Naify já garantiu os direitos de Change e prevê a publicação para algum momento de 2013. Por ora, seis tradutores estão sendo testados.

MARIAF.RODRIGUES@ESTADAO.COM, O Estado de S.Paulo

17 de novembro de 2012 | 02h06

MARIA FERNANDA RODRIGUES

INTERCÂMBIO

De olho no Rio

O mercado editorial internacional começa a se agitar com rumores de que haverá um programa de intercâmbio para editores e agentes estrangeiros no período da Bienal do Livro do Rio, em 2013. A organização não confirma, mas como a Feira de Frankfurt e o Instituto Goethe serão parceiros em algumas atividades - a Alemanha será homenageada -, e a Fundação Biblioteca Nacional cria, aqui e ali, editais para "internacionalizar" nossa literatura, é possível que algo assim ocorra aqui.

EVENTO

Outras letras

O artista plástico Guilherme Mansur leva sua exposição Estalactites Tipográficas, em cartaz na Casa das Rosas até outubro, para Ouro Preto na próxima semana. A mostra vai integrar a programação do Fórum das Letras, entre os dias 22 e 25, e será montada no Centro Cultural e Turístico do Sistema FIEMG.

ROMANCE

Rir para não morrer

Fora da Itália, Fabio Stassi - cujo segundo romance È Finito il Nostro Carnevale, sobre a saga do protagonista atrás da mítica taça Jules Rimet com direito a passagens por aqui e encontros com Vinicius e Tom - só conseguiu emplacar seus livros na Alemanha. Isso deve mudar com A Última Dança de Charles Chaplin, seu mais recente romance, que começa a ser vendido para outros países - sai na Inglaterra em 2014, mas ainda não há previsão para o Brasil. Nele, o autor recria os últimos anos de Chaplin (foto) e conta as visitas que a morte lhe faz, com um trato: se ele a fizer rir, ganha mais um ano de vida.

FICÇÃO

Braçadas misteriosas

Um poeta inglês vai passar um feriado na Riviera Francesa e certo dia vê uma mulher sair nua de sua piscina e se autoproclamar botânica. Quem é ela, por que está lá e que motivos a esposa do poeta tem para deixá-la ficar? Esse é o pano de fundo de Swimming Home, livro em que a sul-africana Deborah Levy aborda o efeito que a depressão pode ter em pessoas aparentemente estáveis. Radicada na Inglaterra desde os 9 anos, ela já publicou três romances e duas coletâneas de crônicas, mas o reconhecimento só veio com esse título, um dos finalistas do Man Booker deste ano. Sairá no Brasil pela Rocco.

INTERNACIONAL

Pessoa pagão

O lançamento estava previsto para maio deste ano, mas acabou ficando para novembro. No dia 22, a Annablume e a Universidade de Coimbra apresentam, em Portugal, 21 títulos de autores brasileiros - a ideia inicial era publicar 20 obras, mas O Paganismo em Fernando Pessoa, do poeta e professor português radicado no Brasil Ernesto de Melo e Castro, foi acrescentado ao lote.

AUTOAJUDA

O guru e o cérebro

Lançado na semana passada nos Estados Unidos, Super Brain, de Deepak Chopra em parceria com o neurocientista Rudolph E. Tanzi, teve os direitos vendidos no Brasil para a Alaúde. Supercérebro deve ser o título em português da obra que pretende ensinar formas de explorar todo o potencial do órgão para melhorar a saúde, crescer espiritualmente e ser mais feliz. O lançamento está previsto para maio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.