Escritores experimentam vida de ator no Itáu Cultural

Um autor escreve para ser lido por seu público ou para que um ator represente seus personagens, certo? Nem sempre. Subvertendo o esquema está o projeto original A(u)tores em Cena, que reúne oito autores e sete diretores. Cada um deles vai mostrar sua veia de autor, em vez de seus dotes literários, em espetáculos de 40 minutos. Confira as duplas de autores/atores e seus respectivos diretores: Marcelo Montenegro, poeta, e Mário Bortolotto; Cíntia Moscovich, prosadora, e Irene Brietzke; Chacal, poeta, e Rodolfo García Várquez; Marcelino Freire, prosador, e Heron Coelho; Micheliny Verunschk, poeta, e Alberto Guzik; Índigo e Ivana Arruda leite (atuam juntas), prosadoras, e Fernanda d´Umbra; Fernando Bonassi, prosador, e Luciene Guedes. "Autores não são atores", disse Alberto Guzik, que vai dividir a cena com o poeta Micheliny Verunschk. "Dizem seus textos de um modo mais humano, menos artificioso. E, dado conhecerem a obra pelo avesso, sabem perfeitamente as emoções que buscam transmitir". Fernanda D´Umbra, que dirigirá as prosadoras Índigo e Ivana Arruda Leite, acha que os escritores ficam inseguros quando seus textos são interpretados no palco. "E agora, eles querem entrar em cena!", diz.Serão, ao todo, sete apresentações, com duração de 40 minutos cada, na Sala Itaú Cultural. Programação:Sexta-feira, 12/05, às 19h30 I ato - Marcelo Montenegro e Mário Bortolotto II ato - Cíntia Moscovich e Irene Brietzke Sábado, 13/05, às 19h30 I ato - Chacal e Rodolfo García Vasquez II ato - Marcelino Freire e Heron Coelho Domingo, 14/05, às 19h30 I ato - Micheliny Verunschk e Alberto Guzik II ato - Índigo e Ivana Arruda Leite e Fernanda d´Umbra III ato - Fernando Bonassi e Lucienne Guedes

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.