Escritora Hilary Mantel vence o Booker Prize

Romance sobre monarca inglês deu à autora prêmio de US$ 80 mil

Agência Estado e Associated Press,

07 de outubro de 2009 | 12h55

A escritora britânica Hilary Mantel recebeu nesta quarta-feira, 7, o respeitado Booker Prize pelo romance "Wolf Hall", que conta a intriga política ocorrida no reinado de Henrique VIII, na Inglaterra. A autora ganhou um prêmio de 50 mil libras (US$ 80 mil) pela obra.

 

"Wolf Hall" descreve a convulsão provocada pelo desejo do rei de se casar com Ana Bolena, a partir da perspectiva do conselheiro real Thomas Cromwell. O romance enfrentou dura concorrência de autores já premiados em edições anteriores, como A. S. Byatt e o prêmio Nobel J. M. Coetzee.

 

A ação de "Wolf Hall" se passa durante o reinado de Henrique VIII e mostra o desejo do monarca de ter um herdeiro homem. A obsessão levou-o a se separar da primeira mulher, Catarina de Aragão, para se casar com Ana Bolena. Ante a recusa do Vaticano de anular o primeiro matrimônio, o rei renegou a autoridade do pontífice e se instalou como chefe da igreja na Inglaterra.

 

Hilary Mantel, de 57 anos, trabalhou como assistente social e crítica de cinema e já escreveu contos, um livro de memórias e vários romances. "Wolf Hall" é fruto de cinco anos de trabalho e terá uma continuação.

 

O Booker Prize pode impulsionar bastante as vendas das obras literárias. O ganhador do ano passado, "O Tigre Branco", do indiano Aravind Adiga, já vendeu mais de meio milhão de exemplares e foi traduzido para 30 idiomas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.