Escritor Sanchez Ferlosio ganha Prêmio Cervantes

O escritor espanhol Rafael Sanchez Ferlosio, de 76 anos, ganhou hoje o Prêmio Cervantes, uma das mais importantes premiações literárias do mundo, equivalente a US$ 120 mil. "O prêmio vai para um grande romancista, um grande ensaísta, um mestre da escrita", disse Victor Garcia de la Concha, presidente dos jurados e diretor da Real Academia, a entidade oficial da língua espanhola. O anúncio do prêmio foi feito também pela ministra da Cultura Carmen Calvo.Sanchez Ferlosio é conhecido por seu romance de 1956 El Jarama, um dos principais do pós-guerra, e narra um domingo de verão às margens do rio Jarama, cujo destaque são os diálogos coloquiais, que o transformou em um dos principais trabalhos de realismo social espanhol. Publicou também obras de crítica, como Semanas en el Jardín, e ensaios em Y el Corazón Caliente e Dientes, Pólvora, Febrero. En 1993, publicou o livro de aforismos Vendrán Más Años Malos y Nos Harán Más Ciegos, que conquistou o Prêmio Nacional de Ensaio de 1994. Aqui, não há livros do autor em português nas livrarias.O prêmio, criado em 1976 pelo Ministério da Cultura espanhol, é entregue normalmente pelo rei Juan Carlos, no dia 23 de abril, data da morte de Miguel de Cervantes, o autor de Dom Quixote de la Mancha. Já receberam o prêmio o escritor peruano Mario Vargas Llosa, o mexicano Carlos Fuentes e o argentino Jorge Luis Borges of Argentina. O vencedor do ano passado foi o poeta chileno Gonzalo Rojas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.