Escritor Ian McEwan descobre irmão na vida real

O escritor britânico Ian McEwan é famoso por suas histórias sobre amores ilícitos, corações partidos em tempos de guerra e intrigas familiares. Mas essa história não é de sua autoria e, sim, sobre ele. McEwan esteve no Brasil em 2004, participando da Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP). O escritor premiado reconheceu publicamente nesta quarta-feira que formou um relacionamento de afeto com um irmão de quem ficou afastado por muitos anos, depois de ele ter sido dado por sua mãe numa estação ferroviária, com poucas semanas de idade. McEwan, cujo romance Amsterdam recebeu o Prêmio Booker em 1998 e cujo livro Reparação, de 2001, está sendo transposto para um filme de Hollywood estrelado por Keira Knightley, disse que foi "uma surpresa e um prazer enorme" quando, há vários anos, descobriu que tinha um irmão. David Sharp, de 64 anos, vive em Oxfordshire, no sul da Inglaterra, a apenas 24 quilômetros de distância da casa de McEwan. Ele trouxe sua história a público esta semana quando revelou ao jornal Oxford Mail que é irmão de Ian McEwan. Sharp tinha 14 anos quando seus pais lhe disseram que ele era adotado. Mais tarde, quando perguntou sobre sua origem, seu pai adotivo lhe disse que ele e sua mãe o haviam "tirado de um jornal". A mãe de McEwan, Rose, engravidou de um oficial do exército britânico, David McEwan, enquanto seu marido estava distante, combatendo na 2.ª Guerra Mundial. Desesperada para livrar-se da prova do adultério antes de seu marido retornar de licença, ela decidiu entregar o bebê para adoção. Um anúncio curto publicado num jornal local em 1942 marcou o início de uma vida de separação para os dois irmãos. "Procura-se família para bebê do sexo masculino de um mês de idade - entrega total", disse o texto. O anúncio foi respondido por Rose e Percy Sharp, e o bebê lhes foi entregue na estação ferroviária de Reading, em Berkshire, sudeste da Inglaterra. O marido da mãe de McEwan foi morto na guerra, e ela então se casou com seu amante. Em junho de 1948 o casal teve outro filho, Ian. "Recebemos de braços abertos a ele e sua família em nossa família, e nos mantemos em contato", disse o escritor em comunicado divulgado por seu agente na quarta-feira. "Me entristece o fato de que David nunca chegou a conhecer nossos pais." Quando David Sharp finalmente conseguiu rastrear suas origens através do Serviço de Rastreamento Familiar do Exército da Salvação, ele diz que não fazia idéia da fama de seu irmão. "Eu nunca ouvira falar dele", disse Sharp ao Oxford Mail. Os dois homens viveram vidas muito diferentes. McEwan, que hoje tem 58 anos, estudou num internato, cursou literatura inglesa na universidade e acabou se tornando um autor de grandes vendas. Sharp deixou a escola aos 15 anos e fez um curso para tornar-se pedreiro. "É claro que agora já li todos os livros dele, mas se ele é gari ou escritor não faz diferença para mim", disse Sharp. "Para mim, ele é meu irmão, apenas." David Sharp agora está escrevendo a história de sua vida. O livro será intitulado Complete Surrender (Entrega Total). Conheça alguns de seus livros publicados no Brasil: Reparação (Companhia das Letras) Amsterdam (Rocco) Amor para Sempre (Rocco) O Sonhador (Rocco) Cães Negros (Rocco) O Inocente (Companhia das Letras) A Criança no Tempo (Rocco) O Jardim de Cimento (Rocco) Primeiro Amor, Último Sacramento & Entre Lençóis (Rocco)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.