Escritor García Márquez morre no México aos 87 anos, diz mídia mexicana

O escritor colombiano Gabriel García Márquez, criador do realismo mágico latino-americano com seu emblemático livro "Cem Anos de Solidão", morreu nesta quinta-feira na Cidade do México aos 87 anos, disse uma jornalista mexicana próxima da família.

Reuters

17 de abril de 2014 | 17h18

García Márquez, Prêmio Nobel de Literatura em 1982, havia recebido alta recentemente de um hospital na Cidade do México, no qual permaneceu internado por uma semana devido a uma infecção pulmonar.

"Morre Gabriel García Márquez. Mercedes (sua mulher) e seus filhos, Rodrigo e Gonzalo, me autorizam a dar a informação", disse em sua conta no Twitter Fernanda Familiar, jornalista próxima à família que ajudava o escritor na sua relação com a imprensa.

Outros veículos de informação também disseram que o autor morreu.

No dia de seu aniversário, em 6 de março, o autor de "Amor nos Tempos do Cólera" e "Crônica de uma Morte Anunciada" saiu à porta de sua residência em um luxuoso bairro ao sul da capital mexicana para agradecer às pessoas que foram cumprimentá-lo. Essa foi a última vez que foi visto em público.

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEGARCIAMARQUEZMORREMIDIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.