Gore era um dos intelectuais mais críticos à polít
Gore era um dos intelectuais mais críticos à polít

Escritor e celebridade, Gore Vidal morre aos 86 anos

Autor de livros e roteiros, americano era conhecido por comentários espirituosos e críticas ao governo dos EUA

BBC Brasil, BBC

01 de agosto de 2012 | 05h57

Morreu na noite desta terça-feira nos Estados Unidos o escritor e comentarista político americano Gore Vidal, aos 86 anos.

De acordo com o sobrinho de Vidal, Burr Steers, ele já estava doente havia algum tempo e sofreu complicações decorrentes de uma pneumonia em sua casa em Los Angeles.

Considerado um dos escritores americanos mais ilustres do século passado, ele produziu 25 livros, incluindo os best-sellers Lincoln e Myra Breckenridge, além de peças e roteiros para cinema - entre eles, o do filme Ben-Hur.

Ao lado de Truman Capote e Norman Mailer, ele fez parte de uma geração de escritores que eram também celebridades. Seu comentários ácidos e espirituosos eram bastante apreciados; Vidal aparecia constantemente em talk shows na TV e em colunas sociais.

Seu círculo de amigos incluiu Tennessee Williams, Orson Welles e Frank Sinatra.

Ele também era próximo da família Kennedy, em especial de Jackie Kennedy, que era sua irmã de criação.

Eugene Luther Gore Vidal nasceu no dia 3 de outubro de 1925 em um hospital militar em West Point, no estado de Nova York. Filho de um tenente da aeronáutica e uma socialite, ele era herdeiro de um tradicional clã do mundo da política americana.

Vidal passou a infância em Washington, em contato com o avô, o senador T.P. Gore, que teria sido uma grande influência sobre sua visão do mundo e posição política - ele sempre foi um ferrenho crítico do intervencionismo americano.

Ele concorreu duas vezes ao Congresso pelo Partido Democrata, em 1960 e 1982, sem sucesso.

Deu início à carreira literária aos 19 anos e continuou escrevendo por mais de 60 anos.

Vidal não fugia de temas polêmicos, como religião, política e sexualidade. No livro A Cidade e o Pilar, publicado em 1946, ele tocou no tema do homossexualismo. Foi uma das primeiras obras a apresentar personagens abertamente gays.

Em 1950, conheceu Howard Austen, que foi seu parceiro por toda a vida e com quem morou boa parte da sua vida, na Itália. Em 2005, depois da morte de Austen, Vidal decidiu se mudar para Los Angeles. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
alsogore vidalobituario

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.