Escritor cubano ganha prêmio Juan Rulfo

O escritor cubano Cintio Vitier ganha o Prêmio Juan Rulfo de Literatura Latinoamericana e do Caribe de 2002, equivalente a US$ 100 mil, conforme foi anunciado hoje, na cidade mexicana de Guadalajara. Um dos principais prêmios literários para escritores da América Latina e Caribe, Espanha e Portugal, o Juan Rulfo já foi conquistado pela brasileira Nélida Piñon, em 1995, pelo mexicano Juan García Ponce (2001), pelo argentino Juan Gelman (2000), pela argentina Olga Orozco (1998), entre outros. O prêmio é concedido ao conjunto da obra do escritor que escreva em espanhol, português, francês ou inglês.Vitier é autor de livros como La Luz del Imposible, De Peña Pobre, 50 Años de Poesía en Cuba e Testimonio, entre outros. Poeta, ensaísta e estudioso do líder independentista cubano José Martí, Cintio Vitier nasceu na Flórida, nos Estados Unidos em 1921, mas reside em Cuba. É deputado da Assembléia Nacional e é um dos intelectuais católicos mais destacados de Cuba. Pertenceu ao grupo de intelectuais que criou a revista Orígenes.Os membros do júri escolheram Vitier "porque é um autor fiel à poesia, com uma trajetória intelectual e vital, consagrada inteiramente aoato criador e ao estudo dos vínculos secretos entre literatura e identidade cultural".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.