Ernesto Sábato faz 90 anos

O premiado escritor argentino Ernesto Sábato fez 90 anos ontem, dizendo-se convencido de que "escrever foi a maneira de resisitir" ao longo de uma vida "complexa, tumultuosa e muito contraditória". O reconhecido humanista e escritor de prestígio internacional, após a morte de Adolfo Bioy Casares, em 1999, Sábato é o único escritor argentino vivo com renome similar ao que tiveram Jorge Luis Borges e Julio Cortázar, que morreram em 1986 e 1984, respectivamente.Em entrevistas publicadas pela imprensa de Buenos Aires, o autor afirma que em nove décadas presenciou "quase todos os grandes acontecimentos do século 20". Nascido no pequeno povoado de Rojas, na província de Buenos Aires, Sábato é o escritor vivo mais prestigiado da Argentina. O autor de Sobre Hérois e Tumbas e disse que se pudesse psssar outros 90 anos na terra, "continuaria tentando aprender o ofício de viver".A vida "complexa e tumultuosa" a que ele se refere deve-se ao fato dele ter passado da ciência para a literatura e nos últimos anos ter se dedicado à pintura, segundo ele "sua primeira paixão". Rodeado de amigos e familiares ele comemorou os 90 anos na grande casa onde mora há 40 anos na localidade de Santos Lugares, próximo a Buenos Aires.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.