Equipe prepara vinda de Isabelle Huppert ao Brasil

O francês Sallahdyn Khatu, diretor-técnico do teatro Bouffes du Nord, de Paris, começou ontem, pelo Sesc Anchieta, uma inspeção técnica em cinco salas da cidade que vai apontar a mais adequada para receber a atriz Isabelle Huppert no espetáculo 4.48 Psychosis, da dramaturga inglesa Sarah Kane. Isabelle pretende trazer a montagem para cinco apresentações na cidade, de 24 a 28 de fevereiro de 2003. O texto, biográfico, narra os momentos finais de uma mulher antes de cometer suicídio. Sarah Kane enforcou-se em 1999, aos 28 anos. Khatu deve terminar a inspeção hoje e na seqüência retorna a Paris com um relatório contendo informações sobre medidas do palco, acústica e capacidade dos teatros visitados. A escolha do espaço será feita pelo diretor da montagem, Claude Regy. Em sua visita aos teatros, Khatu está sendo acompanhado pelo diretor e produtor gaúcho Luciano Alabarse, à frente da produção que trará Isabelle ao Brasil. "O espetáculo é extraordinário", disse ontem Alabarse. "Isabelle Huppert fica imóvel no palco durante toda a peça, não dá um passo e ainda consegue um resultado eletrizante. Ela sabe conduzir o espetáculo usando apenas movimentos faciais e luz".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.