Episódios inéditos de "Star Trek" no canal USA

Os trekkers, como se autodenominam os fissurados pelas séries Star Trek, têm o que comemorar. Os episódios da quarta temporada da série Jornada nas Estrelas - Nova Geração (Star Trek - Next Generation) e a primeira temporada da Voyager (Star Trek - Voyager), todos inéditos no Brasil, vão ao ar a partir de amanhã, no canal USA. Em Nova Geração, tripulantes da nova Enterprise, chefiada pelo capitão Jean Luc Picard, enfrentam os Borg, seres que têm o poder de assimilar a força de seus oponentes. Nos episódios da Voyager, o capitão Katthryn Janeway e sua equipe da nave USS Voyager buscam um caminho de volta ao quadrante Alpha.Episódios das quatro séries - Jornada nas Estrelas (clássica), Nova Geração, Deep Space Nine e Voyager - , com uma hora de duração cada, são exibidos aos sábados, das 15 h às 18 h, com reapresentação aos domingos, das 12 h às 15 h. A seqüência da programação obedece à cronologia em que as séries foram produzidas.Fenômeno pop - A série clássica de Jornada nas Estrelas, que fez e ainda faz a cabeça de uma legião de telespectadores, completa 35 anos no ar em setembro deste ano. Cenas polêmicas para a época aportaram na sala de estar dos norte-americanos, como mulheres e negros em postos de comando, amor livre - tripulantes da Enterprise podiam consumar suas paixões sem assinar papéis - e o autor e produtor, Gene Roddenberry, já pensava em ecologia, introduzindo o tema nos episódios. E não é só. A série antecipou inventos como o celular, o disquete, o laser, além de um campo gravitacional ao redor da Enterprise, para que a nave perdesse o peso, conceito que os cientistas estudam hoje em dia. Foram 79 diferentes episódios exibidos entre 1966 e 1969; depois, vieram o longa-metragem e as reprises, que nunca mais pararam. No Brasil, a série que foi exibida à exaustão em canais abertos, agora está no USA, e continua dando o que falar entre os fãs. Com mais de 50 fitas gravadas, o analista de sistemas Waldemar Guará resume o pensamento dos fãs brasileiros: "É o maior fenômeno pop da televisão." Para ele, a primeira série ainda é melhor do que as demais porque tem personagens mais interessantes: "Veja o Spock (Leonard Nimoy): filho de uma terráquea com um vulcano, foi criado dentro da educação vulcana, que prioriza a razão, mas sofre porque nunca pode deixar a emoção aflorar. A gente não vê essa complexidade nos personagens das outras séries." Se Spock trouxe para as telas conflitos existenciais, o capitão James Kirk (William Shater) não era líder por acaso: "Ele tinha o equilíbrio entre a emoção e a razão", detalha o fã. Análises como esta de Guará sobre personagens, atores, episódios e cenas antológicas, além de conceitos de ficção científica, são encontrados no site www.frotaestelar.com.br , ponto de encontro dos "trekkers". São eles também que municiam o site do canal USA com textos e informações sobre as quatro séries.

Agencia Estado,

05 de janeiro de 2001 | 10h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.