Imagem Fábio Porchat
Colunista
Fábio Porchat
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Entrevista

REPÓRTER, NA BEIRA DO CAMPO DE FUTEBOL, ENTREVISTA MARCELINHO.

Fábio Porchat, O Estado de S.Paulo

15 de novembro de 2015 | 02h00

*

REPÓRTER

Tamo aqui com o Marcelinho,

um dos principais responsáveis

por essa vitória de hoje.

(PARA MARCELINHO)

E aí, Marcelinho, como é que

foi o jogo?

JOGADOR

Graças a Deus conseguimos os

três pontos. Conseguimos sair

vitoriosos e, se Deus quiser,

vamos conseguir esse título.

REPÓRTER

O próximo jogo é um clássico, né?

JOGADOR

Graças a Deus. Mas a gente

tá muito concentrado e temos

muita confiança na equipe

e em Deus que vamos conseguir,

glória a Deus, se Deus quiser.

REPÓRTER

E o técnico falou o que pra vocês

no vestiário?

JOGADOR

Falou de Deus, graças a Deus,

falou da fé em Deus e de como a

gente tinha que ter garra e

determinação que nem Deus.

REPÓRTER

E o seu futuro no time?

JOGADOR

Isso eu entrego a Deus.

Deus sabe o que faz, eu tenho

a tranquilidade que Deus vai

me guiar pelo melhor caminho.

Deus sabe o que faz.

REPÓRTER

E você acha que...

JOGADOR

Deus.

REPÓRTER

Eu ainda não fiz a pergunta.

JOGADOR

Perdão.

REPÓRTER

Você acha que...

JOGADOR

Deus. Desculpe, é a força

do hábito.

REPÓRTER

Marceli...

JOGADOR

Deus.

REPÓRTER

Deixa eu só...

MARCELINHO

(FALA JUNTO)

Deeeeeee...

REPÓRTER

É só pra saber se você acha que o campeonato...

MARCELINHO

(TERMINA A FRASE JUNTO)

... uuuuuuusssssss.

REPÓRTER

Você consegue falar em alguma outra coisa que não Deus?

MARCELINHO

Amém?

REPÓRTER

(PARA A CÂMERA)

Tá ótimo. Esse foi Marcelinho, que, se Deus quiser, não joga a

próxima partida. É com você,

Galvão...

FÁBIO

PORCHAT

Mais conteúdo sobre:
MarcelinhoDeusFÁBIO PORCHAT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.