Entre fraldas e (muitos) textos

O ano foi de fraldas (dessa "figura adorável que é o Vinicius, esse bom sujeito") e de muito trabalho. Geraldo traduziu a peça R&J de Shakespeare, sucesso da temporada carioca que chega a São Paulo em janeiro, reescreveu com Alcides Nogueira a novela O Astro, preparou os textos do narrador da série As Brasileiras, e entregou a Roberto Talma a adaptação encomendada de Gota D'Água, peça de Chico Buarque e Paulo Pontes.

O Estado de S.Paulo

21 de dezembro de 2011 | 03h08

Ele adora "mudar de assunto", sempre foi assim. Diz que garoto, apaixonado pelas melodias de Tom Jobim e os discos de Silvio Caldas, não pensava em ser poeta. Conta que não sabe quando os versos saem poema ou letra. Vê-se como escritor.

"Poeta é uma condição temporária, uma patente outorgada pelos outros. Este século eu comecei exaltado de poesia. No momento, estou fazendo vários poemas de sexagenário", brinca.

Em seu computador, em vez de segmentar a produção em várias pastas, abriga tudo na rubrica "textos" - só a mulher, a poeta e atriz Ana Paula Pedro, para organizar. "Não gostaria de escrever nada que fosse refratário à música. A sonoridade é uma dimensão poderosa da palavra".

Tiso o conheceu na época do Som Imaginário, grupo criado no início dos anos 70 para acompanhar Milton Nascimento, do qual era titular do piano. "Desde as canções dele com Eduardo e com Egberto ele foi virando poeta. A gente falava de música todos os dias, o tempo todo. Uma vez, bêbado, eu comecei a cantar os poemas dele, e era música."

Danilo, de quem Geraldo copiou a escolha profissional (por sua casa e de Tom Jobim, tentou a faculdade de arquitetura) e inveja o timbre marcante, leva a conversa aos festivais de 66, 67, 68, quando Geraldo, adolescente (Danilo é quatro anos mais velho), começava a se interessar por aquele universo. "As primeiras musiquinhas eram uma droga, eu fazia irresponsavelmente", conta Geraldo.

O amigo acompanha a atuação em todas as suas frentes. "Assistindo a O Astro, você sabia exatamente quando era um trecho do Geraldo", jura Danilo.Em seu CD novo, de inéditas, Alvear, estão as duas parcerias com Geraldo, Flor do Caos e Canção do Amor Rasgado. / R.P.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.