Ensaios de Euclides da Cunha são publicados em inglês

Os ensaios escritos a partir de 1905 pelo sociólogo e escritor brasileiro Euclides da Cunha (1866-1909) sobre a região do Amazonas acabam de ser vertidos para o inglês sob o título The Amazon: Land Without History, pela editora da Universidade de Oxford. Segundo os críticos, a ambição do autor era recriar nestes ensaios o sucesso da sua primeira e mais famosa obra, Os Sertões (1902), que refletiu o conflito da sociedade brasileira da época a partir da rebelião de Canudos, de 1897. Euclides da Cunha descreve a Amazônia com sua inconfundível mistura de imparcialidade científica e apaixonada subjetividade. A edição comentada pertence à série Library of Latin America da editora da Universidade de Oxford. A proposta é apresentar a obra de escritores latino-americanos do século 19 ao público de língua inglesa. A maioria dos ensaios da nova edição foi recolhida pelo autor em "À Margem da História", uma coleção publicada logo após sua trágica morte. Segundo os críticos, a ambição do autor era recriar em seus ensaios dedicados à região do Amazonas o sucesso da sua primeira e mais famosa obra, Os Sertões (1902), que refletiu o conflito da sociedade brasileira da época a partir da rebelião de Canudos, de 1897. Uma das grandes conquistas da edição é a tradução de Ronald Sousa, que preserva o tom positivista num inglês às vezes comedido e outras, recarregado e arcaizante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.