Encontrado em Roma um manuscrito de Hemingway

Um manuscrito de quando Ernest Hemingway era um jovem escritor foi descoberto recentemente em Roma, mas não poderá ser publicado e, sim, leiloado. Os herdeiros do autor de Por Quem os Sinos Dobram e O Velho e o Mar não aprovaram a publicação de seu conto de 1924. Trata-se de um esboço humorístico do escritor norte-americano, ganhador do Prêmio Nobel de Literatura de 1954, que se passa na cidade espanhola de Pamplona, segundo informou o dono do texto, Donald Stewart, residente em Roma.O pai de Stewart era o roteirista e humorista Donald Ogden Stewart, que ganhou um Oscar por sua adaptação para o cinema de The Philadelphia Story. Ogden Stewart e Hemingway passaram um período em Pamplona, na época da famosa corrida de touros pelas estreitas ruelas da cidade.Hemingway ambientou em Pamplona um de seus romances mais famosos, O Sol Também se Levanta, em que escreve sobre as atividades de vários norte-americanos que viviam ali. Mas, antes disso, escreveu um conto de quatro páginas sobre uma corrida de touros, entregue a Ogden Stewart para que fosse publicado na revista Vanity Fair, que o recusou, permitindo que o texto permanecesse inédito.No conto, Hemingway descreve Ogden Stewart matando um touro com as próprias mãos. Seu filho descobriu uma cópia do manuscrito em papel carbônico, assim como uma carta manuscrita de Hemingway a seu pai, dentro de um casaco que ele lhe deixou. A casa de leilões Christie´s, de Nova York, deve leiloá-lo em 16 de dezembro. Patrick McGrath, especialista en livros e manuscritos da Christie´s, disse que o texto de Hemingway poderá ser vendido a um valor entre US$ 12 mil e US$ 18 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.