Emissoras de TV já faturam com a Copa de 2010

Com mais de um de ano de antecedência, as emissoras de TV já tratam do faturamento da Copa do Mundo de 2010, que será realizada na África do Sul. Com transmissão garantida na TV aberta, Globo e Band já colocaram seus pacotes de patrocínio na praça e fecham pré-acordos com anunciantes.

AE, Agencia Estado

23 de março de 2009 | 11h03

Na Band, seis cotas estão à venda, por R$ 169 milhões cada. No início do mês, a Globo disponibilizou suas seis cotas e pelo menos três delas - a R$ 81, 6 milhões cada - estão praticamente acertadas. Segundo a Band, seu preço de tabela, maior que o da Globo, se explica por contemplar número de inserções e prazo de exibição superiores ao pacote do emissora da família Marinho. Tanto Globo como Band só podem oficializar a venda das cotas após os patrocinadores oficiais da Federação Internacional de Futebol (Fifa) abrirem mão da preferência.

Desimpedido dessa cláusula, o SporTV já vendeu suas seis cotas por R$ 20,8 milhões cada. Ambev, Castrol, HSBC, KIA, Mc Donald''s e Visa terão direitos a 10.970 inserções no canal, a partir de abril, com as eliminatórias da Copa. Já a ESPN Brasil informa, por meio de sua assessoria, que ainda negocia os direitos de transmissão do evento. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
televisãoCopa do Mundo 2010

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.