NYT
NYT

Eminem lança novo ataque contra Trump em rap

Estrela polêmica do hip-hop fez versos furiosos para o álbum do rapper Big Sean

AFP

04 de fevereiro de 2017 | 10h56

A estrela do hip-hop Eminem voltou a atacar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ao contribuir com versos furiosos no novo álbum do rapper Big Sean.

A letra marca a última intervenção política de Eminem, que reapareceu semanas antes da eleição de 8 de novembro com um rap freestyle de oito minutos contra o bilionário republicano.

Em No Favors, uma faixa no álbum I Decided de Big Sean, lançado nesta sexta-feira, 3, ambos os rappers, de origem humilde, orgulham-se de terem conseguido subir na vida e questionam a direção do mundo.

Nos versos, Eminem se declara um adversário de Trump e de sua administração: "Eu sou anti / nenhum governo pode controlar um comando (...) eu farei sua marca inteira falir".

O rapper denuncia a dinâmica racial por trás da campanha do magnata branco e imagina atos de violência contra Ann Coulter, uma comentarista conservadora conhecida por suas declarações provocativas, incluindo atropelá-la com um carro.

"Tenho que fazer um exemplo dela / Isso é para Sandra Bland e Philando", diz, em referência a dois afro-americanos mortos após serem parados pela Polícia no trânsito. Ambos os homicídios deflagraram protestos.

O rapper mais vendido de todos os tempos e, de longe, o mais proeminente artista branco no hip-hop, Eminem raras vezes foi descrito como politizado enquanto construía sua carreira na década de 1990.

Em entrevistas, porém, ele já se identificou com a esquerda política, apesar de suas canções terem gerado controvérsia por versos depreciativos sobre mulheres e gays.

 

Tudo o que sabemos sobre:
EminemDonald TrumpAnn CoulterPolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.