Em SP, diretor francês lança filme vencedor em Cannes

Laurent Cantet está de volta ao Brasil. No domingo, o diretor de Entre os Muros da Escola chegou ao Rio. Reviu amigos, passeou. À noite, conversou pelo telefone com a reportagem. Hoje, ele chega a São Paulo, onde seu filme terá pré-estreia amanhã, devendo entrar em cartaz na sexta, dia 13. Entre os Muros da Escola, que aborda a realidade social em escola pública francesa, recebeu a Palma de Ouro em Cannes, no ano passado. Foi o indicado da França para concorrer ao Oscar de melhor filme estrangeiro. Cantet não se abalou pela derrota no Oscar e do César, o Oscar do cinema francês. ?Os votantes do César devem ter avaliado que não valia mais a pena investir num filme que já fora lançado nos cinemas com sucesso. Era melhor imprimir a marca do César a outro filme que pudesse se beneficiar disso.? Quanto ao Oscar, ele admite sua surpresa - ?Estava certo de que Bashir levaria o prêmio.? O documentário do israelense Ari Folman, Valsa com Bashir, perdeu para o japonês Departures, de Yojiro Takita.O Brasil o atrai, particularmente. ?Não vou dizer que me sinto à vontade no Rio, mas a cidade tem uma energia e ao mesmo tempo expõe desigualdades tão fortes, a favela e o mundo dos ricos, que me estimula a pensar, a criar. Acho que poderia fazer um filme disso aqui.? Na verdade, Cantet já fez Em Direção ao Sul, com Charlotte Rampling, um drama sobre as relações Norte/Sul, sobre o turismo sexual. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.